Campus da UNEB em Camaçari Debate Afroturismo

Um dos destaques foi a presença da professora Margarida Alves, diretora do Núcleo Sindical APLB - Camaçari.

Campus da UNEB em Camaçari Debate Afroturismo
Margarida Alves, (ao centro) diretora do Núcleo Sindical APLB - Camaçari

No dia 16 de maio de 2024, o Campus XIX da UNEB em Camaçari sediou o V Fórum Mês da África, um evento que promoveu a valorização da cultura afro-brasileira e o desenvolvimento sustentável. Com palestrantes renomados e uma programação diversificada, o fórum focou na integração cultural, econômica e tecnológica através do afroturismo e do afroempreendedorismo.

Programação do Evento

O evento começou às 9h com uma oficina de tecnologia voltada para a gestão das Rotas Afro de Arembepe e da Rota Afro Cultural da Lagoa da Paz. Às 14h, a Mesa Institucional de Abertura iniciou as discussões, seguida pela Mesa Guardiões e Guardiãs do Afroturismo e Afroempreendedorismo, abordando experiências e desafios do setor. Às 15h20, foram apresentados novos aplicativos e cursos para promover o afroturismo. Encerrando o dia, a Mesa Interação discutiu a colaboração em diversas esferas para o desenvolvimento do afroturismo e afroempreendedorismo.

Palestrantes e Parceiros

O evento contou com a presença de representantes de várias instituições, incluindo EMUNDE, UNEB, CRDH, GEC&TIS, DMMDC, SEBRAE, ABAM, Siaconércia BA, CN1 e CAPB, que contribuíram com suas expertises para enriquecer o debate e promover ações concretas.

Participação de Margarida Alves

Um dos destaques foi a presença da professora Margarida Alves, diretora do Núcleo Sindical APLB - Camaçari. Ela participou da Mesa III, juntamente com diversas lideranças, discutindo o tema "A História que a História não Conta". Sua contribuição foi essencial para contextualizar os desafios e oportunidades do afroturismo e do afroempreendedorismo na região.