pedagogia
host
radios

Após descartar Ceni, Flamengo reencontra ídolo do São Paulo com Renato Gaúcho na berlinda

Por Redação ZERO71 em 14/11/2021 às 10:05:47

A diretoria do Flamengo tomou uma decisão ousada em 10 de julho, na metade da temporada 2021, ao demitir Rogério Ceni, atual campeão brasileiro no clube, e fechar com Renato Gaúcho. Na época, a cúpula flamenguista optou por rescindir com o ex-goleiro devido aos questionamentos da torcida e aos áudio vazados de Roberto Drummond, então analista de mercado do Centro de Inteligência e Mercado (CIM) do clube, que chegou a dizer que o treinador é “mau-caráter e babaca”. Quatro meses depois, os mandatários do Rubro-Negro reencontram o ídolo do São Paulo, às 16h deste domingo, 14, no Morumbi, pela 32ª rodada do Brasileiro, sem ter certeza de que acertaram na escolha.

Rogério Ceni deixou o Flamengo após 44 jogos, com 23 vitórias, 11 empates e 10 derrotas, ou seja, quase 60% de aproveitamento dos pontos. No período, o treinador conquistou o Brasileirão 2020, a Supercopa do Brasil 2021 e o Campeonato Carioca 2021, o que representa um título a cada 15 partidas. Ainda assim, ele passou a ser criticado por boa parcela da torcida e da imprensa após o time não apresentar um futebol tão vistoso como o da época de Jorge Jesus. Hoje, no entanto, a diretoria tem um cenário ainda pior. Com Renato Gaúcho no comando, a equipe foi eliminada da Copa do Brasil e tem chances remotas de ganhar o Campeonato Brasileiro. Para piorar, o Rubro-Negro vem oscilando bastante, perdendo pontos para Chapecoense, Athletico e Fluminense, por exemplo. Assim, a permanência de Portaluppi na Gávea para 2022 está diretamente relacionado com o resultado da final da Libertadores da América, diante do Palmeiras, marcada para o dia 27 deste mês, em Montevidéu, no Uruguai.

Nos bastidores do Flamengo, cresceu o arrependimento pela contratação de Renato Gaúcho após a derrota acachapante para o Athletico-PR, em pleno Maracanã, que decretou a queda na semifinal da Copa do Brasil 2021. Publicamente, no entanto, pessoas importantes da agremiação carioca estão preferindo desconversar ao serem perguntadas sobre o tema. “Não tem falta de harmonia com o Renato Gaúcho. As pessoas que trabalham no Flamengo sabem o que fazer neste momento de tantos questionamentos. Vamos passar por cima disso para estar na melhor temperatura possível”, disse Marcos Braz à Jovem Pan. “Eu não sei o motivo da pergunta [sobre uma possível demissão], ele é o atual técnico. Os torcedores reclamam, os jogadores reclamam. É o que eu sempre falo: às vezes, alguns questionamentos são factíveis, e outros, não. Tem de tudo! O que eu posso falar é que vai chegar bem no dia 27 de novembro”, completou.

Rogério Ceni, por sua vez, logo após ser desligado do Flamengo, afirmou ao colega e narrador do Grupo Jovem Pan, Nilson Cesar, que gostaria de tirar um período de descanso até a próxima temporada. O plano do treinador, porém, caiu por terra após o convite do São Paulo, que precisava de algum técnico após demitir o argentino Hernán Crespo. Em seu retorno ao clube do coração, o “Mito” conquistou resultados razoáveis. Até o momento, foram 2 vitórias (contra Corinthians e Internacional), 2 empates (Ceará e Fortaleza) e 2 derrotas (RB Bragantino e Bahia). Diante do Rubro-Negro, o técnico espera levar o Tricolor paulista aos 41 pontos, se afastando da zona de rebaixamento e se colocando em busca de uma vaga na pré-Libertadores. Já o Flamengo, de Renato Gaúcho, ainda sonha com o tricampeonato consecutivo, mas tenta, principalmente, bons resultados nesta reta final de Brasileiro para viajar à capital uruguaia com mais confiança.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
pedagogia
host gator

Comentários

Concursso